São, Salvo.

Mês: agosto, 2015

Chocalho

Meu peito queima
simples
chamando as coisas de lenha

a garganta arranha
que exige um gole
quer porque quer

devorar a seca.

Meu sonho não cabe

tudo é grande
e largo em mim

nada se mexe quando balanço

tento entorpecer um chocalho.

Anúncios

Orvalho

O futuro intrometia
sem caber

no espaço entre nós
orvalho
desata chorar

no olho alagado
reparto um presente fresco

e tudo ganha novo nome.

.

Luz branca
no meio da estrada
convite vermelho
escuro nas pontas